A NCA – Angola, uma organização que tem trabalhado com a Sociedade Civil (SC) em Angola e na Europa, organizou uma visita de troca de experiência entre as organizações da sociedade civil de Angola e Moçambique. A visita de trabalho a Moçambique ocorreu nos dias 09 a 13 de Dezembro e contou com a presença de uma delegação composta por 9 pessoas em representação das seguintes organizações, Conselho das Igrejas Cristã em Angola (CICA); Comissão Arquidiocesana de Justiça e Paz da Igreja Católica em Angola; Fórum das Mulheres Jornalistas para Igualdade do Género; e Igreja Evangélica de Angola.

Da parte de Moçambique, a vinda destes colegas da sociedade civil angolana foi facilitada e liderada pelo Observatório do Cidadão para Saúde (OCS), no âmbito de um programa de parceria com o NCA-Angola e a Open Society. Os temas que nortearam a agenda de trabalho foram o combate a desigualdades sociais, acção climática baseada na fé e o reforço do papel da sociedade civil na defesa dos Direitos Humanos.

Do conjunto das organizações moçambicanas que tiveram a oportunidade de receber a visita dos angolanos destacam-se o Conselho Municipal da Cidade de Maputo, Coalizão da Juventude moçambicana,  Ajuda de Desenvolvimento de Povo para Povo (ADPP), a Plataforma da Sociedade Civil para a Saúde de Moçambique (PLASOC – M), a Ordem dos Enfermeiros de Moçambique(OEM), o Centro de Capacitação e Aprendizagem da Sociedade Civil (CESC), o Repensar, a Rede Crista contra HIV-SIDA em Moçambique, o Centro de Integridade Publica (CIP), Plataforma Distrital de Marracuene e a Livaningo.

Baseado no pressuposto de que a Sociedade Civil, deve funcionar como um elemento gerador de mudanças, este intercâmbio constitui um ganho importante de interação e cooperação sul-sul e regional dos países falantes da língua portuguesa e da SADC. Com esta actividade, OCS espera ter proporcionado um espaço de aprendizado e diálogo entre as organizações angolanas e moçambicanos nos temas que são transversais aos dois países principalmente na monitoria governativa de assuntos sociais, desde os desafios no campo climático, desigualdades sociais e direitos humanos com principal enfoque no campo da saúde.

Portanto, é objectivo do OCS junto dos seus parceiros nacionais e regionais promover espaços de participação, troca de experiência e monitoria de políticas públicas com vista a influenciar agendas nacionais e regionais no campo de saúde e direitos humanos. Os participantes deste intercâmbio foram unânimes em identificar áreas de cooperação e colaboração com vista a promover uma sociedade civil mais organizada e melhor informada através da advocacia para fomentar maior e melhores espaços de participação da sociedade civil na formulação de políticas públicas, monitoria da transparência orçamental e monitoria de políticas públicas dos sectores sociais. Estes avanços só são possíveis se a sociedade civil tiver também oportunidade de engajar-se em actividades de troca de experiência, intercâmbio, parcerias com organizações locais e regionais.

Esta foi a segunda actividade de intercâmbio organizada pelo Observatório com organizações Angolanas, o ano passado o OCS organizou a visita de organizações da sociedade Civil de Moçambique a Angola para participar em seminários sobre monitoria de orçamento e desafios de reformas no sector da saúde.

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

× Fale connosco