Foi realizado no dia 06 de Fevereiro, na Associação Moçambicana de Desenvolvimento Concertado (AMDEC) o primeiro encontro de trabalho da PLASOC-M de 2020.  Contou com a presença dos membros da plataforma, para discussão e concertação dos assuntos que constam no plano de actividades da plataforma. O plano de actividades para esta reunião incluía, a discussão e aprovação da agenda, balanço da Assembleia Geral da PLASOC-M realizada no mês de Janeiro, avaliação e aprovação do plano de actividades para o primeiro semestre de 2020 e diversos.

Contudo, na temática sobre discussão e aprovação da agenda, deu-se prioridade a dois temas considerados relevantes e urgentes, que são a “ discussão sobre a elaboração da proposta do país ao Fundo Global” e o assunto sobre o “COP 20”. Isto significou a alteração da agenda, onde o balanço de actividades da Assembleia Geral e a avaliação do plano de actividades foram transferidas para próxima reunião.

Em relação ao COP 20 será realizado entre os dia 24 a 28 de Fevereiro na África de Sul, cidade de Joanesburg um encontro regional onde Moçambique fará-se representar através da organização que trabalha com a população chave, organização de pessoas vivendo com HIV-SIDA (PVHS) e um coordenador, somando três participações. Esta iniciativa será financiada pelo PEPFAR. Para dar seguimento a esta actividade foram criados neste encontro, grupos de trabalho que irão coordenar o posicionamento da sociedade civil em relação ao COP 20, neste âmbito o OCS que é membro da Plataforma foi convidado a fazer parte desta equipa que terá a cooperação do Conselho Nacional de Combate ao Sida (CNCS).

Sobre o processo da elaboração de propostas ao Fundo Global, actividade liderada e organizada pelo MISAU foi convocado um grupo técnico de trabalho composto pelo MCP, pela liderança que representa a constituência da sociedade civil, parceiros de cooperação e outros actores tais como o representante do grupo da população chave, representante do grupo de cuidados e tratamento, o grupo de pessoas vivendo com HIV-SIDA, grupo de prevenção e o grupo dos consumíveis (monitoria de medicamentos e Orçamento), neste ultimo o OCS foi alistado a equipe que fará o desenho das propostas a serem apresentadas ao Fundo Global. Portanto, estas são oportunidades ímpares da sociedade civil melhor participar, ser ouvida e oferecer seu contributo no processo de elaboração de propostas ao Fundo Global que servirão de modelo de implementação no pais, assim como no processo de tomada de posição sobre o programa do COP 20.

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

× Fale connosco