Novo Estado de Emergência deve reconhecer o trabalho dos activistas comunitários de saúde como essencial para a promoção de saúde e bem-estar dos utentes.

O Presidente moçambicano, Filipe Nyusi, decretou, na última semana, um novo Estado de Emergência (EE) por 30 dias, a partir de sábado, prevendo durante este período o reinício faseado das atividades económicas do país a partir de 18 de agosto. Contudo, esta nova fase prevê o retorno das aulas de forma faseada assim como o …

Novo Estado de Emergência deve reconhecer o trabalho dos activistas comunitários de saúde como essencial para a promoção de saúde e bem-estar dos utentes. Read More »

Efeitos do Estado de Emergência levam pelo menos 81 doentes vivendo com HIV/Sida a abandonar o TARV na cidade de Maputo.

Pelo menos 81 pessoas que vivem com HIV/Sida abandonaram o tratamento antirretroviral (TARV) na sequência das acções do município de Maputo que culminaram com a expulsão de vendedores informais de algumas artérias da Cidade de Maputo. Trata-se de pessoas que vivem com HIV/Sida e que tinham o negócio informal como sua única base de sustento. …

Efeitos do Estado de Emergência levam pelo menos 81 doentes vivendo com HIV/Sida a abandonar o TARV na cidade de Maputo. Read More »

POSICIONAMENTO SOBRE A PROBLEMÁTICA DA LIMITAÇÃO DO ACESSO À SAÚDE COM BASE NA INDUMENTÁRIA E APARÊNCIA DO UTENTE EM MOÇAMBIQUE.

CONTEXTUALIZAÇÃO O Observatório do Cidadão para Transparência e Boa Governação no Sector de Saúde – OCS, na sua qualidade de pessoa colectiva de direito privado, sem fins lucrativos, dotada de personalidade jurídica, com autonomia administrativa, financeira e patrimonial, na defesa e protecção dos direitos de saúde, levou a cabo uma pesquisa sobre a questão da indumentária …

POSICIONAMENTO SOBRE A PROBLEMÁTICA DA LIMITAÇÃO DO ACESSO À SAÚDE COM BASE NA INDUMENTÁRIA E APARÊNCIA DO UTENTE EM MOÇAMBIQUE. Read More »

Comunicado de Imprensa

Assunto: Indumentária como barreira ao acesso aos serviços de saúde em Moçambique O Observatório do Cidadão para Saúde (OCS), uma organização da sociedade civil moçambicana, vem anunciar que submeteu uma petição ao ministro da Saúde no dia 28 de Julho, solicitando a remoção imediata da restrição ao acesso ao serviço de saúde com base na …

Comunicado de Imprensa Read More »

FMO EXIGE TRANSPARÊNCIA NA GESTÃO DO CRÉDITO DE COMBATE CONTRA COVID-19.

O Fórum de Monitoria de Orçamento (FMO) exige transparência na gestão dos 309 milhões de dólares disponibilizados pelo Fundo Monetário Internacional (FMI) para fazer face à pandemia da Covid-19. Para o efeito, a organização procedeu com o lançamento da campanha de monitoria de gestão dos fundos que têm estado a ser disponibilizados pelos doadores e …

FMO EXIGE TRANSPARÊNCIA NA GESTÃO DO CRÉDITO DE COMBATE CONTRA COVID-19. Read More »

OCS capacita associações comunitárias em matérias de prevenção de covid-19.

Três Organizações de Base Comunitária filiadas à PLASOC beneficiaram de uma capacitação para em matérias sobre protecção contra a covid-19  e monitoria de serviços de saúde em tempo de covid-19.Trata-se de organizações baseadas em Maputo nomeadamente:  Kindlimuka, Hixikanhy e Associação Moçambicana de Voluntários a Agentes Polivalentes de Saúde (AMOVAPSA). Esta formação faz parte de uma …

OCS capacita associações comunitárias em matérias de prevenção de covid-19. Read More »

Encerramento de 37 unidades sanitárias em Cabo Delgado devido aos ataques armados põem em risco a vida de milhares de moçambicanos.

Trinta e sete unidades sanitárias foram encerradas nos últimos três anos na sequência de conflitos armados na província de Cabo Delgado. Este cenário deixa parte das populações dos distritos da Mocímboa da Praia, Quissanga, Macomia, Meluco, entre outros considerados inseguros, sem acesso aos cuidados básicos de saúde. Estima-se que pelo menos nos distritos de Mocímboa …

Encerramento de 37 unidades sanitárias em Cabo Delgado devido aos ataques armados põem em risco a vida de milhares de moçambicanos. Read More »

Concessão de reformas para dirigentes do Estado que exerceram função num período curto gera um ciclo de gastos e uma pressão cada vez maior sobre os fundos públicos.

No contexto da eclosão e propagação da pandemia do Coronavírus (Covid-19), países de todo mundo foram desafiados a robustecer a capacidade socioeconómica para fazer face à procura dos serviços nacionais de saúde e protecção social por parte das vítimas do vírus, que à escala global, já causou a morte de mais de um milhão de …

Concessão de reformas para dirigentes do Estado que exerceram função num período curto gera um ciclo de gastos e uma pressão cada vez maior sobre os fundos públicos. Read More »

Orçamento destinado ao combate da Covid-19 permanece escuro e o MISAU diz que já apresentou plano a parceiros.

A quando da saída do encontro com os parceiros externos, o Ministro da Saúde Armindo Tiago, assegurou que A saúde pública tornou-se uma prioridade imediata do Governo Moçambicano, não obstante, o preocupante é a subida das despesas de funcionamento no Orçamento do Estado de 2020, cerca 66,1% da dotação total, uma subida de 8,3% comparativamente …

Orçamento destinado ao combate da Covid-19 permanece escuro e o MISAU diz que já apresentou plano a parceiros. Read More »

× Fale connosco